13/06/2015

Como organizo meus moldes

Adoro moldes, e graças a Nossa Senhora da Internet que temos almas boas que disponibilizam moldes de graça para que possamos copiar, ou fazer impressão. Esta semana me dei conta que tenho mais moldes do que posso guardar. Com tantos moldes, onde guardá-los? Complicado, ainda mais quando se tem de vários tipos e tamanhos, e tinha aqueles copiado e sem identificação, pois achava que ia me lembrar do passo a passo quando fosse preciso, só que não. Então, os sem identificação descartei, outros fiz uma busca rápida e resgatei o seu passo a passo. Os moldes maiores com todo jeitinho dobrei em várias partes. Moldes separados por tamanho, por nomes, por tipos, por interesses e impressos, tinha que decidi onde colocar todos aqueles moldes. Minhas opções eram: caixas, potes, gavetas, em saquinhos, em pastas comuns de elásticos, sacolas, ou simplesmente deixar como estavam, empilhadas. Nenhuma destas opções me agradou, porque a cada opção, surgia outros questionamentos. Depois de algum tempo pensando e repensando nas opções e no que era melhor na disposição dos moldes, optei por pastas catálogo, são praticas, bonitas, de fácil acesso, podem ser guardadas tanto em pé, quanto deitadas, enfim achei a opção acertada. As caixas, mesmo que as identificasse, ainda assim me daria a sensação de moldes jogados. E as outras opções, seguem a mesma ótica. Estou feliz com a minha escolha. Quanto as pastas comprei duas, talvez precise de mais algumas, uma destas pastas comprei na cor rosa, para dar um ar mais feminino. Na Kalunga a rosa com 50 envelopes (saquinhos), paguei 11,90 e comprei uma no Armarinho Fernando com 100 envelopes, paguei 18,00.



Aqui alguns dos meus moldes guardados já nos saquinhos da pasta.









Postar um comentário